Compartilhando bençãos

Você é o visitante número:

Dezembro, mês das retrospectivas. Mês de pensar no ano que está acabando e já pensando no que vou construir no ano seguinte. E que ano hein. Pra quem reclama quando a vida ta corrida, eu digo que esse é o bom da vida, viver da maneira mais intensa possível. E lá se vai um ano de muitas coisas. Ano em que fiz muitos novos amigos e claro sempre sem esquecer os bons e velhos de sempre que já são figurinhas carimbadas nos meus textos. E não foram poucos não: Fofa: eu disse que você seria a primeira a aparecer nesse ano. Pati, antes apenas uma colega, agora uma amigona. Pâmela, marcou minha vida de maneira positiva, Essa moça bateu um papo comigo no momento mais dificel da minha vida, talvez no pior silencio do meu ministério e aquela conversa é algo que nunca vou esquecer. Carine, tanta atenção, quantas ligações. Alci, uma verdadeira irmã pra mim, graças a ti que Deus operou naqueles cultos maravilhosos em Chiapeta e muitas coisas que ainda virão. Epa, claro que não é só gurias, tem o Jô e a gurizada de Chiapeta que eu ainda não conhecia. A gurizada lá se santa rosa, banda Asafe, eu ja conhecia, mas foi a primeira campanha juntamente com eles. A turminha mais show de viajem que foi pra Torres no Congresso de Direito, para muitos estranho um pregador viajando com descrentes no meio a cervejada, mas tudo tem seus propósitos, não à toa que ja saímos daqui louvando a Deus e cantando faz um milagre em mim. E gente, muito mais pessoas, todos importantes que com certeza o cabeçudo aqui vai esquecer-se de muita gente.
Foi também um ano de fatos: Vi o meu namoro terminar, vi o parente ganhar o festgospel, vi o Zé virar um piá serio (até que enfim) e perder a vergonha (muita gente não vai entender). Então para que vocês entendam, Ele tinha vergonha de cantas na igreja e agora é o vocalista do Grupo Tabernáculo. E vi Deus agindo como nunca antes
Mas principalmente foi um ano de tarefas, o ano em que eu também fiz e ajudei fazer acontecer: Fiz 13 matérias na universidade, montamos uma banda com o Zé e o Gordo, que na verdade é muito mais que uma banda. Sofremos com a doença da Neia, vibramos com a Transferência do Jaime. Reerguemos a UMADESED. Namorei, terminei namoro, estudei, cantei, toquei, preguei. Quanta gaita tocada na UNIJUI, as gurias da cantina e do Xerox quase foram a loucura com nós né Cesar. Trabalhei muito, estudei muito, me ocupei demasiadamente nos finais de semana. Viajei a Torres, conheci a Jana, Curtimos um congressão de direito. Fui eleito presidente do Centro Acadêmico de Direito e ainda passei em dois concursos em segundo lugar. E ainda sobrou tempo pra fazer um cultão na praça sob o céu estrelado no mês mais chuvoso da história de Sede Nova.
Que venha 2010!

Nenhum comentário:

Postar um comentário