Compartilhando bençãos

Você é o visitante número:

Embarcações da Vida


Nestes últimos dias tive a honra e a oportunidade de palestrar em duas reuniões da equipe da saúde de Sede Nova. A primeira para funcionários internos do Posto de Saúde e a segunda para funcionários externos, Agentes Comunitárias de Saúde.
Falamos sobre o tema Embarcações da Vida, trazendo, no aspecto histórico das mais famosas embarcações da história da humanidade. TITANIC e ARCA DE NOÉ.
A primeira, monstruosa que tinha tudo para dar certo, construída por grandes profissionais, sob cálculos perfeitos, segurança máxima e tudo que de melhor havia na época. Construída para a classe alta, donos do poder aquisitivo, capaz de comprar tudo o que os valores pecuniários são capazes de oferecer. Tinha tudo pra dar certo, mas não deu. O inesperado aconteceu e esta acabou sucumbindo.
Muitas vezes nossa vida tem sido um TITANIC, coisas que tem tudo pra dar certo, de repente desmoronam, se transformam em monturo, em cacos. Lembro-me da visão do profeta em que o vaso “quebrou-se nas mãos do oleiro”. Mas como pode um vaso que está nas mãos do oleiro se quebrar? Como pode algo que tem tudo pra dar certo dar errado? Muitas das vezes está na nossa autoconfiança para resolver os nossos conflitos.
O livro do profeta Jeremias em seu capítulo 17 e versículo 5 tem um texto muito conhecido pelos leitores da bíblia sagrada, ao falar “maldito é o homem que confia no homem”. Infelizmente muitas das pessoas usam este texto para negar a confiança ao próximo. Mas se assim fosse, como poderia o esposo confiar na esposa? Como se poderia confiar em um amigo? Como um pastor presidente viajaria e deixaria a igreja nas mãos do seu vice? A grande verdade é que se fazermos uma análise sistemática do texto e entendermos todo o contexto, nós veremos que a palavra de Deus está falando, não em confiar no próximo, mas em confiar em si mesmo. “Maldito é o homem que confia no homem e faz da carne o SEU BRAÇO, e aparta o seu coração do Senhor, porque será como a tamargueira no deserto”. Por aí se pode perceber (irmão Julio Cesar me ajudou chegar nessa compreensão) que se trata da autoconfiança, do homem que confia no SEU BRAÇO, em si mesmo, e se acha o cara. Assim foi o destino do TITANIC. Tornamos-nos como a tamargueira do deserto quando nos achamos mais santos, mais espertos, mais inteligentes e nos isolamos e caminhamos rumo a sucumbência.
Mas há uma embarcação na história chamada Arca de Noé, feita por um homem totalmente amador construída para abrigar milhares de animais, feita sem o conhecimento técnico, porém construída debaixo de um projeto divino.
Não pense que a Arca era perfeita, pois dentro dela tinha animais, tinha sujeira, tinha necessidades fisiológicas, tinha crises familiares, tinha muitos problemas, mas eles sabiam que ali dentro estavam salvos e que lá fora um mundo estava morrendo.
Na vida entramos em embarcações que muitas vezes se assemelham a Arca de Noé, as vezes o nosso trabalho está longe do que sonhamos, a nossa igreja está longe do que sonhamos, a nossa universidade está longe do que nós sonhamos, a escola está longe do que sonhamos. Particularmente eu trabalho em uma unidade de saúde, convivo com pessoas cheias de problemas e problemas tão grandes que muitas vezes se tornam meus também, estressam, da vontade de largar tudo, mas quando eu vejo pessoas morrendo, pessoas chorando de dor, tomando mais de 10 remédios por dia para sobreviver, fazendo cirurgia porque perdeu um dedo, um braço, uma perna, eu dobro meus joelhos e agradeço a Deus por estar aqui como profissional e não como usuário.
Em minha igreja muitas vezes sofro por causa de pessoas que lançam calúnias, injurias, pessoas que escandalizam a obra de Deus com suas obras e acabam por envergonhar o nome de crente, contudo, quando eu olho pra fora da arca eu vejo uma sociedade morrendo em suas concupiscências, caminhando para sua autodestruição, eu agradeço a Deus por Ele ter me salvado e ter me colocado nesta arca imperfeita construída por mãos de homens, mas segura pois foi construída debaixo de um projeto divino.
O mesmo capítulo de Jeremias no versículo 7 fala que Bendito é o homem que confia no Senhor e cuja confiança é o Senhor, porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto.
CONFIE NO SENHOR E SERÁS BENDITO

Um comentário:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir