Compartilhando bençãos

Você é o visitante número:

Deixando pra depois

No livro de Lucas capítulo 5 a palavra de Deus nos conta a história de três homens que andavam em dois barcos a buscar a sua subsistência. Eram pescadores a pescar durante a noite. E aquela noite foi de trabalho árduo, mas nada conseguiram pescar, então foram até a praia do lago para lavar as suas redes.  Há momentos na vida que decepcionamos com os projetos que estão em andamento e achamos que todas as tentativas se tornaram infrutífera e que é momento de deixar pra depois. Incrível é que nunca deixamos o material pra depois, nunca deixamos a saúde pra depois, nunca deixamos as oportunidades de crescer na vida pra depois, mas é só pensar nas coisas de Deus e já vamos arrumando uma desculpa pra deixar pra depois, nos achamos muito velhos, nos achamos muito novos, por vezes nos achamos incapazes, em outros momentos nos achamos muito espertos para essas coisas de igreja e assim o tempo passa. Porém agora, chega o mestre Jesus e pede um lugar no barco de Simão, uma vaguinha para que pudesse se afastar um pouco da multidão e ensiná-los. Talvez se fosse um de nós não daria o barco pra Jesus, a noite já foi de todo cansativa e agora ainda ter que fazer hora extra e esperar mais um pouco para guardar seu barco e ir para casa descansar. Mas era o mestre que queria e numa atitude Simão empresta o seu barco a Jesus. O que você tem pra Deus hoje? Um barco? Uma voz? Um fôlego de vida pra louvar a Ele? O que Jesus tem lhe pedido? Uma decisão de ir para a igreja e servir a ele com gozo? Pedro emprestou seu barco a Jesus e agora as redes que estavam sendo lavadas e a pesca que havia ficado pra outro dia, foi na mesma hora, pois assim que Jesus terminou de ensinar, mandou que Pedro se afastasse da praia e entrasse mar adentro e jogasse as redes e então a pesca foi abundante. Empreste seu barco a Deus, dê o que você tem de melhor a Ele e tenha certeza que a resposta virá e os teus projetos de vida não ficarão pra depois, mas serão prioridades na agenda de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário